Nota da Reitoria: Esclarecimentos sobre situação financeira da Universidade

Como é de conhecimento de toda a comunidade, todo o sistema de Ensino Superior do Brasil passa por sérias restrições orçamentárias. Nossa universidade não é exceção: em 2017, a dotação inicial de custeio e investimento para a UFSCar é, aproximadamente, 13% inferior à de 2016. Além disso, este orçamento está sendo submetido a contingenciamentos de recurso, na ordem de 15% em custeio e 40% em investimento, em cenário de despesas crescentes.
Em resposta a esses desafios, diversas mudanças na forma de contratação e oferecimento de serviços estão sendo trabalhadas, buscando compensar a redução de recursos com práticas mais eficientes e atuais. Isto exige o comprometimento e compreensão de todos.
Esclarecemos também que algumas mudanças em discussão visam adequações às restrições orçamentárias e de legislação como, por exemplo, a Portaria nº 28, de 16/2/2017, do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, que impõe limites aos valores empenhados para uma série de itens e naturezas de despesas, com impactos em praticamente todas as atividades da UFSCar. Além desses limites, a Portaria proíbe a assinatura de novos contratos para a locação de imóveis e veículos. Em conjunto com a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), nossa equipe de gestão tem feito esforços contínuos junto ao Ministério da Educação (MEC) no sentido de flexibilizar tais limitações, pois algumas delas podem até mesmo inviabilizar a continuidade das atividades da Instituição no segundo semestre.
Ademais, reafirmamos nosso compromisso com as conquistas e demandas sociais na UFSCar, em particular com o pagamento de bolsas de permanência, moradia estudantil e pleno funcionamento dos restaurantes universitários.

Wanda Hoffmann
Reitora da UFSCar
29-06-2017

Deixe um comentário

Arquivado em Notas da Reitoria